Av. Marechal Fiuza de Castro, 861, Butantã - São Paulo (11) 3735-0461

A Paróquia

O início da paroquia Santissima trindade que pertence arquidiocese de São Paulo, região episcopal lapa setor rio pequeno; localizada na Av. Marechal Fiuza de castro, 861 – vila São Domingos – Butantã – São Paulo.

O primeiro endereço foi na esquina da Av. José Joaquim Seabra com avenida Eng. Heitor Eiras Garcia. Neste endereço morava o casal Sr Ribas e Dona Francisca onde algumas famílias se reuniam para rezar o terço, por exemplo, João Casagrande, Ignez Casagrande, Maria Ruel, Joaquim Ruel, Levino, Francisca, Cecilia, Luiza entre outros. Tudo por volta de 1957.

Dona Cecilia que morava na vila gomes trouxe um Padre para celebrar uma missa na casa do Ser Ribas que aconteceu no São Domingos presidida pelo Pe. Humberto e concelebrada pelo Frei Jose Morrou.

Dona Cecilia se mobilizou em arrumar um local para se fazer uma capela para celebrar as missas dominicais, então procurou Sr. Antônio e Dona Maria para alugar um espaço em uma casa onde havia vários cômodos: inicia-se ali a capela São Domingos Savio.

As missas aconteciam a cada quinze dias e tivemos alguns Padres nesta época: Frei Paulo, Pe. Patrício e as religiosas da congregação das irmãs da Santissima Trindade para ajudar na catequese.

O Sr. Levino saiu em busca de um terreno para a construção da igreja. Os homens se mobilizaram e fizeram então carnes. O Sr. João Casagrande foi pedir ajudas aos portugueses e italianos (duas colônias importante no bairro). O Sr. Levino esteve por várias vezes no escritório dos Matarazzo com abaixo assinado pedindo a doação do terreno. Até que um dia, a doação finalmente foi concluída.

Começou então arrecadação para construção da igreja. Houve uma campanha para o alicerce em 1965 com o Pe. Patrick Micael Hughes, mas esta construção não aconteceu como a comunidade esperava, ao invés de alvenaria fizeram um “barracão” em madeira, foi uma decepção muito grande para todos que sonharam com a igreja. Foi neste “barracão”, hoje na Av. Marechal Fiuza de Castro, por volta de 1965, que Pe. Patrício, um jovem irlandês, celebrou a primeira missa na igreja de São Domingos Savio.

No início, tivemos quatro comunidades: Capela de Santo Antônio, Capela na Atividade do Senhor, Capela Nossa Senhora Aparecida e Capela São João Batista.

Esteve conosco por volta de 1968 o Pe. Jose Bredin , irlandês. Era um homem simples e muito próximo dos jovens.

Iniciou-se neste período a escola paroquial São Domingos Savio com Dona Ditinha, dessa experiência surgiram mais cinco escolas, que se estendiam as capelas em volta do bairro.

Depois tivemos em 1974, Pe. Aníbal que quando chega a igreja celebra o primeiro batizado de André Luiz, neto de João Casagrande e Ignez Casagrande.

Pe. Aníbal foi o responsável por fazer uma reunião para mudar o nome da paroquia de São Domingos Savio para Paroquia Santissima Trindade, a opção por este nome talvez se deva ao fato das religiosas que ajudaram na catequese pertencerem a congregação das irmãs Santissima trindade.

Pe. Aníbal decidiu fazer as paredes do “barracão” em alvenaria e a porta lateral foi colocada na Av. Marechal Fiuza de Castro. Houve um mutirão para esta reforma. Sr. Nicola Di Pace doou os blocos, Sr. Dante e Sr. Antero se empenharam nesta obra e doaram toda mão de obra junto com Sr. Hiroto Hanaoka e Sr. Joaquim Ruel.

Foi feita uma reunião para decidir se trabalhariam com idosos ou crianças. Votaram pelas crianças aí iniciou uma Creche dentro da Igreja.

Ganhou-se também a porta de madeira doada pelo Dr. José França e o Zé da farmácia, o altar de mármore foi doado pelo Dante.

O Padre Aníbal permaneceu na paroquia por mais ou menos 10 anos.
Então veio o padre Milton, depois o padre Glicério Flavio Klabunde, em 1983, junto com sua chegada, se inicia a campanha da fraternidade.

Em 1986, padre Elio Vigo muito organizado, tinha um conceito de trabalho planejado.

Mais tarde, veio Pe. Carlos Augusto Teles de Lima que ficou muito pouco tempo, por nove meses apenas.

Dom Fernando vem a uma reunião pastoral para dizer do novo pároco: “ padre Rocha tem um carinho muito grande pela pastoral dos nômades, um padre com grandes ideias e espera que vocês o recebam de braços abertos”.

Em 1997 chega na paroquia padre Jorge Pierozan “ Rocha” neste período também tivemos padre Warlem e padre Odêmio Antônio Ferrari para ajudar nas capelas.

Sonhamos muitas vezes com a construção da igreja. Em 1998, padre Rocha em uma reunião de conselho pede para que se inicie a construção da igreja para ser inaugurada em 2000.

Tivemos algumas dificuldades e tivemos que fechar a creche. Nesse período as capelas foram se desmembrando assim formando paroquia. Perdemos bons colaboradores e companheiros.

Recomeçamos com poucas pessoas, mas com muita fé e coragem, procurou a ajuda de muitos para melhorar a paroquia.

Padre Rocha ficou na paroquia por doze anos, seis meses.

No dia 28 de fevereiro de 2010, celebrou sua última missa como Pároco da Santissima Trindade, foi transferido para a Paróquia Sagrado Coração de Jesus.

Dia 07 de março de 2010 Padre Marcos Roberto Pires assumiu como pároco, celebrando sua primeira missa na Paróquia Santissima Trindade no dia 14 de março de 2010.

Ao chegar à paroquia santissima trindade logo percebeu ser um templo pequeno, dentro de uma grande metragem de terreno, e vendo um número cada vez maior de pessoas vindo para as santas missas, e o espaço se tornando cada vez menor, entendi que Deus tinha pressa neste lugar e a construção de um templo se tornou inevitável. Também com a visita do nosso Cardeal Dom Odilo, só veio a confirmar o que Deus vem preparando para todos nos. O Cardeal sugestionou que nos esforçássemos para a construção do novo templo.

No dia 10 de abril de 2011 foi colocada a pedra fundamental abençoada pelo cardeal Dom Odilo Pedro Scherer e iniciaram-se as obras.

Então começamos a promover rifas, campanhas, festas, e eventos em prol da construção, em 2 anos e meio conseguimos construir com a colaboração dos fiéis e de profissionais que doaram seu trabalho e algumas doações de materiais pelos fiéis.

Os projetos da Santissima trindade não são meus. Aqui Deus é o Senhor e o Projetista de tudo o que acontece nesta igreja, está aí o “segredo”. É ele o Senhor Deus quem nos revela todos os projetos, porém, é inconfundível que o grande projeto que Deus vem realizando é salvar as almas dos jovens, crianças, homens e mulheres, ou seja, restaurar famílias.

Este é sem dúvida o grande projeto da Santissima Trindade.